Copa do Mundo 2010 - Uruguai

Autor: 
MBPress

URUGUAI
Uruguai Copa 2010

Nome: Asociación Uruguaya del Fútbol

Apelido: Celeste

Data de fundação: 30 de março de 1900

Maior artilheiro: Héctor Scarone (31 gols)

Atual destaque: Diego Forlán

Principais títulos:
- Copa do Mundo (2) - 1930 e 1950
- Jogos Olímpicos (2) - 1924 e 1928
- Copa América (14) - 1916, 1917, 1920, 1923, 1924, 1926, 1935, 1942, 1956,  1959, 1967, 1983, 1987 e 1995

Posição no ranking da FIFA: 18ª colocação

Participações em Copas do Mundo:
- 1930: campeão
- 1934: não jogou
- 1938: não jogou
- 1950: campeão
- 1954: quarta colocação
- 1958: não jogou
- 1962: 13ª colocação
- 1966: sétima colocação
- 1970: quarta colocação
- 1974: 13ª colocação
- 1978: não jogou
- 1982: não jogou
- 1986: 16ª colocação
- 1990: 15ª colocação
- 1994: não jogou
- 1998: não jogou
- 2002: 26ª colocação
- 2006: não jogou
- 2010: quarta colocação

Após não conseguir sua classificação para a Copa do Mundo da Alemanha em 2006, o Uruguai voltou a disputar um Mundial, agora na África do Sul. Comandada por Oscar Tabarez, a Celeste não entrou como uma das favoritas na competição, mas surpreendeu ao alcançar a semifinal, principalmente com Diego Forlán no seu ataque.

Em 2007, a Celeste disputou a Copa América na Venezuela. Caindo no Grupo A, os uruguaios estavam acompanhados pelos donos da casa, Peru e Bolívia. Nas quartas-de-final, o Uruguai bateu a seleção da casa por 4 a 1 e depois foi eliminado na semifinal. Contra o Brasil, após um 2 a 2 no tempo normal, a derrota veio nos pênaltis.

A campanha do Uruguai nas Eliminatórias Sul-Americanas foi irregular. Com altos e baixos da competição, a equipe só conseguiu vencer um adversário classificado para a Copa, ao bater o Paraguai, em casa, por 1 a 0. Todas as outras partidas contra os primeiros colocados do torneio (Brasil, Chile, Paraguai e Argentina) a Celeste não venceu.

A seleção uruguaia terminou as Eliminatórias na quinta posição, o que a levou a disputar uma repescagem contra a Costa Rica, quarta colocada na Concacaf. Na partida de ida, na casa do adversário, o Uruguai venceu por 1 a 0, com gol de Lugano. No jogo de volta, no Centenário, a Celeste empatou em 1 a 1 e carimbou seu passaporte rumo à África do Sul.

O sorteio dos grupos da Copa do Mundo não foi muito bom para o Uruguai. A seleção bicampeã mundial caiu no Grupo A da competição, junto com a África do Sul, a França e o México. Mesmo assim, os uruguaios jogaram muito bem e perderam apenas na semifinal, terminando em quarto lugar na mais importante competição de futebol do mundo.