A hemoglobina

Autor: 
Craig C. Freudenrich, Ph.D.

O corpo aumentou o fluxo de sangue rico em oxigênio dos músculos, mas estes ainda precisam extrair o oxigênio do sangue. A troca de oxigênio e dióxido de carbono é a chave. Uma proteína chamada hemoglobina, que se encontra nas hemácias (células vermelhas do sangue), transporta a maior parte do oxigênio no sangue. A hemoglobina pode se ligar ao oxigênio e/ou ao dióxido de carbono; a quantidade de oxigênio ligado à hemoglobina é determinada pela concentração de oxigênio, pela concentração de dióxido de carbono e pelo pH. Normalmente, a hemoglobina funciona assim:

  1. A hemoglobina das hemácias que entra nos pulmões está ligada ao dióxido de carbono.
  2. Nos pulmões, a concentração de oxigênio é alta e a concentração de dióxido de carbono é baixa, por causa da respiração.
  3. A hemoglobina se liga ao oxigênio e libera dióxido de carbono.
  4. A hemoglobina é transportada, pelo coração e pelos vasos sangüíneos, para o músculo.
  5. No músculo, a concentração de dióxido de carbono é alta e a concetração de oxigênio é baixa, por causa do metabolismo.
  6. A hemoglobina libera oxigênio e se liga ao dióxido de carbono.
  7. A hemoglobina é transportada de volta para os pulmões e o ciclo se repete.

À medida que você se exercita, a atividade metabólica fica alta, mais ácidos (íons de hidrogênio, ácido láctico) são produzidos e o pH fica mais baixo do que o normal. O baixo pH reduz a atração entre oxigênio e hemoglobina e faz com que esta libere mais oxigênio do que o normal. Isto aumenta o oxigênio distribuído para o músculo.

Eliminando as impurezas
Um corpo em exercício está usando energia e produzindo dejetos, como o ácido láctico, o dióxido de carbono, a adenosina e os íons de hidrogênio. Os músculos precisam eliminar estes subprodutos metabólicos para continuar a se exercitar. Todo sangue extra que está indo para os músculos e trazendo mais oxigênio também pode remover os dejetos. A hemoglobina do sangue removerá o dióxido de carbono.