Local, táticas e equipamentos

Autor: 
MBPress

Local
A quadra de jogo, um espaço de 28 m por 15 m normalmente localizado dentro de um ginásio fechado, deve ser plana, de superfície lisa e sem obstruções. Todas as suas linhas têm de ser marcadas na mesma cor e devem ter 5cm de largura para facilitar a visibilidade.

A linha de lance livre tem de ficar a uma distância de 5,8 m da linha de fundo da quadra e a   4,6 m do aro. Junto da linha de lance livre há um semicírculo de 1,8 m de raio, que faz parte da zona restritiva, conhecida como garrafão. O garrafão é a parte da quadra onde está situada a cesta. A região recebe este nome porque sua marcação lembra o desenho de uma garrafa grande.

A tabela da cesta é o retângulo de vidro temperado que sustenta o aro. Ela deve medir 1,80 m por 1,05 m. Um retângulo menor, de 59 cm por 45 cm, deve estar pintado logo atrás do aro.
A cesta deve ter um aro retrátil de cor laranja com diâmetro de 45 cm e rede pendurada em sua superfície, a 3,05 m de altura do chão.


Crédito: Raquel Boari/MBPress

Táticas
O basquete é, basicamente, um jogo de ataque contra defesa, já que dificilmente acontece algum tipo de contra-ataque contra uma defesa desprevenida. Sendo assim, as equipes precisam utilizar-se de artimanhas para invadir o garrafão adversário ou conseguir um espaço para o arremesso, e o drible é a maneira mais simples de fazê-lo.

Um dos expedientes mais utilizados é o corta-luz. Nesse lance, um jogador ‘A’ posiciona-se de maneira perpendicular ao seu marcador, enquanto seu companheiro ‘B’ passa exatamente ao seu lado. Dessa forma, o marcador de ‘B’ não conseguirá cumprir sua função, pois colidirá com ‘A’. Assim, ‘B’ ficará livre para arremessar ou tentar invadir o garrafão com mais liberdade.

Outra maneira de criar espaços ofensivos é a movimentação. Em alguns lances, os jogadores de algum time podem se posicionar na quadra de forma que consigam surpreender os marcadores e fiquem com espaço para o arremesso ou a infiltração.

Defensivamente, existem basicamente dois sistemas: marcação por zona e homem a homem. Na primeira, um jogador assume a responsabilidade por um determinado setor da quadra, independentemente de qual adversário esteja nele. Já na homem a homem, o atleta escolhe um oponente e fica responsável por acompanhá-lo de perto, a fim de evitar que ele faça boas jogadas.
 
Equipamentos
Cada time de basquete deve utilizar um uniforme diferente, composto por camisetas, calções, meias e tênis apropriados. O conjunto deve conter, necessariamente, três peças de roupa - ou seja, os chamados “macaquinhos”, comuns entre as mulheres, não são permitidos.

Todas as camisetas devem, obrigatoriamente, ter números visíveis nas costas (no mínimo com 20 cm de altura) e na frente (no mínimo, 10 cm de altura). Em competições internacionais, só é permitida a utilização de números que vão de 4 a 15. As Federações Nacionais, entretanto, têm liberdade para autorizar eventuais mudanças.

A bola do jogo deve ser laranja, com circunferência entre 74,9 cm e 78 cm e peso entre 567 g e 650 g. Ela terá de ser inflada de modo que salte entre 1,2 m e 1,4 m ao ser solta a 1,8 m do chão.