Como funciona o pólo aquático

Autor: 
MBPress
pólo aquático

Há muita controvérsia sobre a verdadeira origem do pólo aquático, mas sabe-se que, no início, a modalidade era uma versão do rúgbi (esporte em que o objetivo é avançar sobre o terreno do adversário), praticado em rios com uma bola feita de borracha conhecida como “pulu”. Os ingleses, inventores do esporte, pronunciavam “polo”. Foi a partir daí que nasc­eu o nome “water (água, em inglês) polo”.

Com o crescente interesse pela nova modalidade, a London Swimming Association fez, em 1870, com que as partidas passassem a ser disput­adas em ginásios cobertos. Pouco depois, os escoceses mudaram o objetivo do jogo e, em vez de avançarem sobre a área do adversário, os jogadores passaram a tentar fazer o gol em uma baliza de 3m por 90cm.

Divulgação/ Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos
Crédito: Sátiro Sodré
Beto Seabra

Como era um esport­e muito difundido na Europa, o pólo aquático acabou chegando ao Brasil por meio de jovens que retornaram ao país após uma temporada no exterior. Com isso, já era praticado logo no início do século 20.