Acendendo a tocha olímpica

Autor: 
Stephanie Watson

Foto cedida ANA/Orestis Panagiotpu
A atriz Thaleia Prokopiou acende a chama olímpica com o uso de um espelho parabólico durante a sessão para praticar o acendimento da tocha em frente ao Templo de Hera em Olímpia, 2004

A tocha olímpica é acesa vários meses antes do início dos jogos propriamente ditos. Ela começa sua jornada a partir das origens dos Jogos Olímpicos: Olímpia, na Grécia. É acesa, como nos tempos da antiguidade, no Templo de Hera.

Uma atriz caracterizada como sacerdotisa, com roupas da Grécia antiga, acende a tocha com a mesma técnica usada nos jogos originais. Ela utiliza o espelho parabólico para focalizar os raios de sol. O espelho parabólico tem uma forma côncava. Quando direcionado ao sol, a curvatura focaliza os raios para um único ponto. A energia do sol gera um forte calor. A sacerdotisa segura a tocha no centro do espelho parabólico e o calor inflama o combustível, surgindo assim a chama.

Se o sol não estiver brilhando no dia da cerimônia, pode-se acender a tocha com uma chama no dia anterior.

A chama é carregada num recipiente até um altar no estádio olímpico, onde é usada para acender a primeira tocha. Para os jogos de inverno, o revezamento começa no monumento Pierre de Courbetin (o homem que lançou os Jogos Olímpicos Modernos, em 1896), localizado próximo ao estádio.

O revezamento começa.


Foto cedida http://www.areamediafiamma.it/ Copyright 2005 Torino 2006
A carregadora da tocha do revezamento olímpico de 2006 acende a chama na pira olímpica para começar um outro dia de revezamento em Roma

Rotas de destaque
A tocha sempre começa na Grécia, mas há mudança de trajeto em cada Olimpíada. Eis algumas rotas de tochas conhecidas:
  • 1936 - o primeiro revezamento oficial da tocha nas Olimpíadas de Verão em Berlim, Alemanha: a tocha viajou 3.050 km por sete continentes, carregada por 3.331 participantes. Num momento da viagem, ela atravessou o rio numa canoa.

     

  • 1952 - Olimpíada de Verão, Helsinque, Finlândia: o revezamento percorreu 7.870 km pela Grécia, Dinamarca, Suécia e Finlândia com 3.372 participantes. O último carregador foi o atleta finlandês Paavo Nurmi.

     

  • 1952 - Olimpíada de Verão em Montreal, Canadá: o revezamento viajou pela Grécia e pelo Canadá. A chama olímpica foi convertida em pulso eletrônico e viajou via satélite de Atenas, Grécia, pra Ottawa, Canadá.

     

  • 2000 - Olimpíada de Verão, Sydney, Austrália: a tocha viajou 27.359 km pela Austrália e pelo Pacífico, sendo carregada por 12 mil pessoas. Um dos carregadores era um mergulhador que levou uma tocha especial pela Grande Barreira de Corais.
  • 2004 - Olimpíadas de Verão, Atenas, Grécia: a tocha viajou 77.249 km, indo da Grécia, passando ao redor do mundo e voltando à origem, carregada por 3.600 carregadores.

 

Trajeto da tocha olímpica dos Jogos de 2008

O percurso internacional da tocha olimpica de 2008 teve início no dia 31 de março. Durante 130 dias a tocha percorrerá 5 continentes e 135 cidades, percorrendo 137 mil quilômetros. A tocha também deverá passar pelas maiores províncias e regiões da China.

Apesar de não passar pelo Brasil, a ginasta Jade Barbosa foi escolhida para ser a representante brasileira no revezamento da tocha dos Jogos Olímpicos de Pequim. Em votação pela internet, a ginasta recebeu mais de 100 mil votos. Jade, porém, pediu dispensa por motivos profissionais e foi substituida pelo jogador de vôlei de praia, Emanuel, que participou do revezamento no dia 11 de abril de 2008, quando a tocha passou por Buenos Aires, na Argentina.

Confira as cidades e países por onde a tocha estará passando em seu percurso internacional:

De Atenas para: 

1. Pequim, China
2. Almaly, Cazaquistão
3. Istambul, Turquia
4. São Petersburgo, Rússia
5. Londres, Reino Unido
6. Paris, França
7. São Francisco, EUA
8. Buenos Aires, Argentina
9. Dar es Salaam, Tanzânia
10. Muscate, Omã
11. Islamabad, Paquistão
12. Nova Délhi, Índia
13. Bancoc, Tailândia
14. Kuala Lumpur, Malásia
15. Jacarta, Indonésia
16. Canberra, Austrália
17. Nagano, Japão
18. Seul, Coréia do Sul
19. Pyongyang, Coréia do Norte
20. Ho Chi Minh, Vietnã
21. Hong Kong, China
22. Macau, China

Clique em iniciar para ver o percurso da tocha olimpica 2008.