Regras do vôlei

Autor: 
MBPress

No vôlei, duas equipes, de seis jogadores cada, situam-se em uma quadra separadas por uma rede, tendo como objetivo fazer a bola bater no solo da área protegida pelo time adversário. O golpe, porém, tem de passar entre as antenas, que são duas varas flexíveis que tangenciam a faixa lateral da quadra e delimitam o espaço aéreo em que a bola pode passar para o outro lado.

Quadra de vôlei
  Crédito: MBPress

Além disso, há uma diferença entre os jogadores de ataque e defesa. Na marcação da quadra está delimitada uma área de 3 m para cada lado da rede, que simboliza o espaço em que é permitido atacar (cortar) para o lado adversário. Os jogadores de ataque podem bater na bola a qualquer altura, em qualquer parte da quadra. Já os atletas de defesa podem golpear acima da altura da rede apenas atrás da linha de ataque. Dentro dessa área, os defensores só podem “passar” a bola para o outro lado.

A partida começa com um saque, que consiste em um golpe na bola para que ela vá para o outro lado da quadra. Feito isso, o time receptor do saque deverá repassar a bola à equipe adversária com apenas três toques, sendo que um mesmo atleta não pode fazê-lo duas vezes seguidas.

Vôlei feminino do Brasil
Imagem cedida pela Confederação Brasileira de Vôlei
Crédito: Satomi Yanagawa/CBV

Cada vez que a bola toca o solo da quadra, o time que fez a ação ganha um ponto no marcador e o direito de sacar no começo da disputa do ponto seguinte. A equipe que marcar 25 pontos primeiro vence o set. Os vencedores têm de ganhar a disputa com pelo menos dois pontos de vantagem sobre o perdedor. Dessa forma, se a partida estiver empatada por 24 a 24, ela prosseguirá até que essa vantagem seja alcançada.

Feito isso, começa a disputa de um novo set, com as mesmas regras, até que algum dos participantes vença três sets. Em caso de empate em dois sets, será disputado um tie-break. O tie-break é, na verdade, um novo set, em que o vencedor é aquele que marcar 15 pontos primeiro.